Existem diversos processos que, especialmente no meio digital, precisamos de considerar. A segurança digital dos websites é uma questão fundamental, cada vez mais, importa referir que 2022 foi o ano em que mais websites foram hackeados. É fundamental implementar procedimentos para evitar qualquer tipo de risco referente aos dados sensíveis de clientes, além das informações de produtos e fornecedores.

Qualquer empresa, independentemente da sua dimensão e/ou área de atuação, lida com informações sigilosas que devem ser protegidas. Com crescente digitalização a necessidade de ter medidas/políticas que garantam a segurança de dados, portanto devemos dedicar tempo à segurança de websites e sistemas.

Se tens dúvidas sobre a segurança digital lê este artigo para que possas esclarecer e implementar medidas de segurança no teu website.

As ameaças à segurança na internet podem ocorrer devido a diversos problemas e os dados do utilizador podem ser facilmente ficar comprometidos assim como a segurança da tua empresa. Estas são algumas das vulnerabilidades mais comuns:

  • Cross Site Scripting (XSS);
  • Ataques de Injeção SQL;
  • Software Desatualizado;
  • Métodos Bad GET ou POST;
  • Falsificação de Solicitações entre Sites (CSRF);
  • Execução Remota de Código;
  • Login Form Bypassing;
  • Exploits de Dia-Zero.

É possível sofrer um ciberataque de diferentes formas, motivos e dispositivos. É um facto, também, que a maioria das falhas de segurança na internet estão relacionadas com processos, pessoas e comportamentos. Assim, é  fundamental que os utilizadores tenham conhecimento sobre o tema e invistam em sistemas funcionais e seguros para as suas empresas.

Depois disto é indiscutível que se deve atuar na prevenção, e implementar diversas ações para evitar ataques, seja o acompanhamento de backups, alertas de consumo de recursos e de ataques, etc.

Se ainda tens dúvidas fala connosco para te ajudar a perceber se a tua empresa está no caminho certo.